NOME DO FÓRUM

Trama Oficial do Fórum

Ir em baixo

Trama Oficial do Fórum

Mensagem por Caim em Sab Mar 10, 2018 9:45 pm

Beggin ❍
Dizem por aí que Caim está morto, mas quem se importa? Eu também estou e tudo isso é culpa dele. Estamos no século XXI, mas mesmo assim essa maldição que ele criou junto com Lilith continua se espalhando por aí como uma praga. É, o vampirismo é muito mais comum do que se imagina, otários? E nem me venham com essa história toda de Bram Stoker e tudo mais, pois isso não passa de ficção (apesar de existir um clã de vampiros com esse nome). Tudo começou mesmo com Caim, ele fora o primeiro. O primeiro vampiro e o primeiro assassino da Terra. O desgraçado teve a coragem de matar o próprio irmão. É uma história bíblica que eu não botava fé, até que fui mergulhado nesse mundo (contra minha vontade diga-se de passagem). Vocês provavelmente conhecem a história de Caim e Abel, não? Se não, pesquisem, porque eu não irei contá-la. Na verdade eu a odeio, assim como odeio Caim. Por culpa de seu ato, Deus o amaldiçoou com a vida eterna. De início pode ser que você não considere isso uma maldição, mas o que Caim tinha era uma semi vida, como a que eu tenho agora. Ele estava fadado a levar morte e destruição aonde quer que pisasse. Ele jamais poderia ver a luz do sol e deveria viver na escuridão por causa de seu ato obscuro. Ele também iria sentir sede de sangue todos os dias, líquido que ele derramara do próprio irmão num ato impulsivo de violência. Seria uma vida eterna e miserável. Seria sua única e exclusiva vida eterna e miserável se não fosse a puta da Lilith.

Caim conheceu Lilith em Node, pelo menos é o que os vampiros dizem. Lá foi onde a merda toda aconteceu. Lilith, que já tinha muito em comum com Caim só por ser um desgosto para O Todo Poderoso, conhecia muitos dos benefícios que o sangue poderia trazer, ela mesma se alimentava dele às vezes. A desgraçada ensinou tudo a Caim, ensinou os benefícios que o sangue podia trazer, o ensinou a não precisar se esconder nas sombras da noite, e o pior de tudo, o ensinou que sua maldição em suas mãos poderia se tornar um dom para ele, mas que ele deveria compartilhá-la com todos para que Deus se arrependesse de um dia tê-lo amaldiçoado. Ela queria corromper o "homem", a criação a qual Deus tanto se orgulhava e que ela mesma já havia corrompido no início. Bem, ela conseguiu.

Lilith e Caim tiveram sete filhos. Sim, eles foderam, afinal Lilith domina a arte do sexo como ninguém. Os sete gêmeos não compartilhavam nada em comum, exceto a data de nascimento. Com aparências diferentes e gênios extremamente difíceis. Lilith sabia que havia parido os demônios que tanto sonhava e acentuara a péssima personalidade de cada um deles para que eles se tornassem ainda piores. A vadia pariu Os Sete pecados capitais, praticamente. Massimo era Orgulhoso, se achava maior e melhor do que todos e quase nunca se misturava com os irmãos, exceto para ditar ordens a eles. Selene era devassa e tão libertina quanto a mãe, ela não tinha pudor algum e parecia não ter filtro para as coisas, ninguém a levava realmente a sério, mas ainda assim ela era a queridinha de Lilith. Narkissa era a preguiçosa entre eles, me admira ela ter conquistado algum espaço entre os seus, mas por mais que seja lenta, não se deve subestimá-la. Maia tinha uma fome insaciável, nada nunca parecia ser o suficiente para ela, era impossível não vê-la comendo alguma coisa, ou alguém. Darius queria tudo e quanto mais tinha, mais parecia querer ter, era um ciclo infinito que o fazia passar por cima de todos os seus obstáculos, inclusive seus pais e irmãos. Thyia viva com raiva de tudo, nada a agradava e ela parecia não fazer nenhum esforço para se agradar com nada, ela detinha o ódio de Lilith, mas seu pai a amava como ninguém. Casper era o filho esquecido e abandonado, ninguém dava muita bola pra ele e por isso ele sentia inveja de todos, mas sempre em mente de que se tornaria o centro das atenções em algum momento de sua vida. Cada um com uma personalidade, cada um com suas particularidades e todos, sem exceção, dispostos a fazer o mal. Esses eram os filhos de Caim e Lilith, e esses mesmos eram os responsáveis pela catástrofe que o mundo se tornaria a seguir.

Os Sete começaram a contaminar os seres humanos com a praga de seu pai, e os poderes de sua mãe. Cada "homem" mordido por um d'Os Sete, adquiria alguma habilidade específica de um deles, habilidades estas que Lilith plantara no sangue de seus filhos para que somente a eles pertencessem. Mas logo haviam milhares iguais. Os vampiros haviam, pouco a pouco, contaminado os seres humanos, tornando-os criaturas noturnas iguais ou até piores. Isso deixou Caim preocupado e Lilith enfurecida. Ela queria arruinar os seres humanos, e não dar habilidades a eles. Embora fosse lindo ver a sede por sangue, a destruição e a violência se espalhar, Lilith não estava nem um pouco feliz com esse cenário. Não era fácil agradá-la, mas o que viria a acontecer talvez melhorasse um pouco o seu humor.

O Dilúvio viera, e junto com ele muitos vampiros sumiram da face da Terra. Os poucos que restaram ( e isso incluía Os Sete) se agarravam agora em Lilith para sobreviver, já que Caim também havia desaparecido. Mal sabiam eles que Lilith queria exterminá-los. Ela estava cansada deles, ela havia enjoado do brinquedinho e agora queria guardá-los para sempre na caixinha, ou melhor, no caixão. Seria tudo perfeito se Darius, não fosse o Darius. O Ganancioso juntou seus poucos filhos e, juntos, aprisionaram Lilith usando habilidades jamais vistar por nenhum vampiro. Era claro e evidente que Darius escondia algo de todos, e embora cada um de seus irmãos tivessem receio e desconfiança, não titubearam em aceitar as ordens e o comando de Darius. Ele, e seus filhos agora eram quem comandavam a todos.

O reinado de Darius realmente foi lindo, ele conseguira organizar a sociedade vampírica de maneira magnífica. Ele até mesmo dividiu seus irmãos em "clãs". Agora todos eles tinham um sobrenome a zelar, de modo que todos sabiam bem a quem deveriam se reportar caso algo desse "errado". Digo errado, pois eles viviam escondido de todos. Ninguém poderia saber que vampiros existiam, e nenhum vampiro poderia quebrar as regras da Ordem. É, cara, regras! Os malditos haviam criado uma porra de uma sociedade noturna secreta com regras e tudo. A Ordem Cainita dizia pula, e se você fosse vampiro, principalmente se fosse neófito (vampiro recém transformado), deveria perguntar "mas em qual altura você quer que eu pule mesmo?". A vida cheia de regras e imposições estava belíssima, mas como nem tudo são flores... Caim retornou de sabe-se lá onde e sabia exatamente o que os Weinstein (como se chamavam agora os filhos de Darius) haviam feito com Lilith, e óbvio, não deixou que eles ficassem impunes. "À ti será concedida a aparência mais horrenda de todas, para que todos o temam tanto de dia quanto de noite. Todos perceberão o quão desfigurado és, tanto por fora, quanto por dentro, para que saibam que não és confiável, nem você e nenhum de seus filhos." Caim enchera a boca para amaldiçoar Darius, assim como Deus havia feito com o próprio. Os Weinstein se transformaram imediatamente em criaturas desfiguradas, asquerosas e horrendas. Até mesmo o mais vil dos vampiros se enoja e se aterroriza com a aparência de um filho do Orgulho. Com a aparência horrenda que tinha, os Weinstein não poderiam comandar mais os vampiros. Ao se exporem com essa aparência eles quebrariam a regra que os próprios haviam criado sobre anonimato. Por isso o posto de poder foi passado para os D'Amici, os filhos do Orgulho.

Massimo jamais se sentiu um rei né? Agora que comandava além de sua família, todos os outros clãs, aí que ele se sentia o máximo mesmo. Suas regras eram cada vez mais inflexíveis, seus julgamentos cada vez mais firmes, Massimo não aceitava insubordinação nenhuma e isso estava começando a irritar alguns vampiros que, por coincidência já viviam irritados, os filhos da Ira. Os Zwetsch iriam dar início a uma revolução que acabaria com a comunidade vampírica do jeito que ela era e taria tudo para a merda do cenário que se encontra agora no momento o qual eu vivo, século XXI. Bem vindos ao inferno, só isso que tenho a dizer.
BY SUEIKO


Última edição por Caim em Ter Jun 12, 2018 11:51 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Caim
O Narrador

Player Off : Maurício
Mensagens : 28
Localização : Anywhere
Emprego/lazer : Nenhum
Humor : Péssimo

Ver perfil do usuário http://rpguagadou.directorioforuns.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trama Oficial do Fórum

Mensagem por Caim em Dom Abr 08, 2018 7:55 pm

Exposed Party ⎊
O clã da Ira vinha há um bom tempo ameaçando jogar a cortina que tapava a existência dos vampiros ao chão. Bem antes da Idade Média, Os Zwetsch e os Djzerjínsk já tinham atitudes que iam contra a principal lei da Ordem Cainita, que era a de manter a máscara perante os mortais e manter suas existências escondidas dos humanos. Contudo, os filhos da Ira, da Gula e alguns vampiros sem clã estavam ficando fartos da Ordem Cainita, dos seus príncipes e princesas, dos soberbos D'Amici e principalmente dos Antedeluvianos. Achar vampiros que não queiram seguir as regras vampíricas hoje é bem mais fácil do que antigamente quando só o fato de ouvir o nome de um príncipe já fazia um neófito tremer de medo. Os rebeldes se tornaram maioria, principalmente com alguns sendo praticamente torturados para andarem na linha. A Ordem Cainita, seus príncipes e princesas perderam totalmente a rédea da situação e estão apelando cada vez mais pra força bruta para manter tudo em ordem. No entanto, os desordeiros não querem mais viver escondidos. Eles são mais fortes, mais ágeis e mais inteligentes que os humanos e querem uma "vida" sem tem que se esconder deles. "Já que estamos amaldiçoados com a vida eterna, que tal aproveitá-la de fato?" É o que eles pensam. Mas a Ordem, os Antedeluvianos e os vampiros mais experientes sabem que é bem melhor caçar no anonimato. Os vampiros do século XXI estão divididos entre a Ordem Cainita e os Sabat, duas seitas completamente opostas ideologicamente, mas que fedem igualmente. Claro que se você for vampiro, você pode escolher não pertencer a nenhum dos dois lados como eu, mas acredite, isso não te faz ficar fora do fogo cruzado, pior, às vezes torna até mais fácil que você se meta em apuros. Bem, independentemente de qual for sua escolha, seja bem vindo ao inferno, meu amigo. E ah, boa sorte, você vai precisar! 
BY SUEIKO


Última edição por Caim em Qua Maio 23, 2018 10:35 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Caim
O Narrador

Player Off : Maurício
Mensagens : 28
Localização : Anywhere
Emprego/lazer : Nenhum
Humor : Péssimo

Ver perfil do usuário http://rpguagadou.directorioforuns.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum